Terça-feira, 4 de Setembro de 2012

MAPA DE ESCRITA DE PAUL AUSTER – ARTIGO COMPLETO PUBLICADO NO SUPLEMENTO IPSÍLON, DO PÚBLICO

 

 

 

(Clique nas imagens para aumentar)


publicado por Miguel Seara às 11:06
link da entrada | comentar | favorito
Segunda-feira, 14 de Novembro de 2011

SESSÃO DE LEITURAS COM PAUL AUSTER E SIRI HUSTVEDT NO MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA


publicado por Miguel Seara às 10:50
link da entrada | comentar | favorito
Terça-feira, 8 de Novembro de 2011

PAUL AUSTER NOMEADO PELO TERCEIRO ANO CONSECUTIVO PARA O INTERNATIONAL IMPAC DUBLIN LITERARY AWARD

O escritor norte-americano Paul Auster foi nomeado pelo terceiro ano consecutivo para o International IMPAC Dublin Literary Award, desta feita com Sunset Park, publicado pela ASA em outubro de 2010.

Na lista divulgada hoje da edição de 2012 do prémio, figuram 147 títulos, de autores como Jonathan Coe (com A Vida Privada de Maxwell Sim, que a Dom Quixote publica no próximo ano), Bernhard Schlink (com O Fim de Semana, publicado pela ASA em setembro de 2010) e Kishwar Desai (com Testemunha da Noite, publicado em outubro pela ASA).

Este galardão nasceu de uma iniciativa da Câmara Municipal de Dublin e da empresa IMPAC para a criação de um concurso anual de âmbito internacional com o objetivo de promover a literatura de qualidade e de fomentar a tradução de livros, elegendo anualmente um trabalho de reconhecido mérito literário, com a colaboração de bibliotecas de todo o mundo.

Para além de obras de ficção originais em inglês, podem concorrer a este prémio obras em qualquer língua desde que tenham sido traduzidas para inglês, sendo nomeadas por bibliotecas de todo o mundo.

O prémio tem um valor de 100 mil euros, sendo que os dez finalistas serão anunciados no dia 12 de abril e o vencedor no dia 13 de junho de 2011.

Entre os seus vencedores contam-se nomes como Hertha Müller, Michel Houellebecq, Orhan Pamuk, Tahar Ben Jelloun, Colm Tóibín, Michael Thomas e Colum McCann, em 2011.

Mais informações sobre o International IMPAC Dublin Literary Award 2012 em www.impacdublinaward.ie.


publicado por Miguel Seara às 15:54
link da entrada | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 6 de Setembro de 2011

ENTREVISTA COM PAUL AUSTER NA RTL

 

A RTL entrevistou Paul Auster por ocasião da publicação em França de Sunset Park. Pode ouvir a entrevista na íntegra aqui.


publicado por Miguel Seara às 15:24
link da entrada | comentar | favorito
Sexta-feira, 17 de Junho de 2011

PAUL AUSTER FALA À REUTERS SOBRE ANJOS E AS SUAS MEMÓRIAS

 

Há nove anos, um anjo desceu a 4th Avenue, em Brooklyn, e salvou Paul Auster e a sua família. Agora, o escritor norte-americano pretende escrever sobre isso e outros momentos invulgares no seu novo desafio literário: as suas memórias.

Saiba tudo na entrevista que Paul Auster deu à Reuters aqui.


publicado por Miguel Seara às 10:10
link da entrada | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Junho de 2011

E SIRI HUSTVEDT LÊ... PAUL AUSTER

Siri HustvedtSunset Park, de Paul Auster, no Kulturværftet, na Dinamarca.


publicado por Miguel Seara às 15:22
link da entrada | comentar | favorito
Quarta-feira, 1 de Junho de 2011

ENTREVISTA COM PAUL AUSTER E SIRI HUSTVEDT NO LE NOUVEL OBSERVATEUR

 

Podem ler a entrevista do Le Nouvel Observateur com Paul Auster e Siri Hustvedt, a propósito dos seus novos romances Sunset Park e The Summer Without Men, aqui.


publicado por Miguel Seara às 09:53
link da entrada | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011

SUNSET PARK – GUIA DE CRÍTICAS (ACTUALIZADO)

 

ABC (entrevista)

The Australian

The Barnes & Noble Review

The Boston Globe

The Charlotte Observer

El Cultural

Daily Express

Daily Mail

The Daily Telegraph

The Daily Telegraph (entrevista)

The Daily Telegraph (Austrália)

The Dallas Morning News

Entertainment Weekly

Financial Times

The Globe and Mail

The Guardian

The Herald

Heraldo

The Independent

The Independent on Sunday

El Informador (entrevista)

Intereconomía

Irish Independent

Jewish Journal

Jornal de Letras

Jornal de Notícias

The Kansas City Star

Kirkus Reviews

Ler

Library Journal

The L Magazine

The L Magazine (entrevista)

Los Angeles Times

Os Meus Livros

Milwaukee Journal Sentinel

Morning Star

National Post

New Statesman

The New York Times

The New York Times

The New Yorker

Notícias Sábado

Oje

New Zealand Hearld

NPR

El País

El País (entrevista)

El Periódico

Publishers Weekly

La Razón

Readings

La Repubblica

Richmond Times-Dispatch

RTP (entrevista)

RTP Internacional (entrevista)

San Francisco Chronicle

Scotland on Sunday

Seattle Post-Intelligencer

Slant Magazine

The Scotsman

St. Louis Post-Dispatch

St. Petersburg Times

Star Tribune

The Seattle Times

The Sydney Morning Herald

Time Out Chicago

Time Out Lisboa

Time Out New York

La Vanguardia

La Vanguardia (entrevista)

Visão

The Washington Post

The Washington Times

Winnipeg Free Press


publicado por Miguel Seara às 12:20
link da entrada | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 1 de Fevereiro de 2011

"O QUE RESTA QUANDO TUDO SE DESMORONA" – A CRÍTICA DO JN A SUNSET PARK

 

Para lerem o artigo completo de Sérgio Almeida, publicado no Jornal de Notícias de ontem, a Sunset Park, de Paul Auster, basta clicar na imagem.

 


publicado por Miguel Seara às 11:55
link da entrada | comentar | favorito
Quarta-feira, 26 de Janeiro de 2011

"O SEXO DOS ESCRITORES" – GQ

 

Perguntem a um escritor se prefere relatar uma cena de sexo ou fazer a espargata e ficarão surpreendidos com a vitória esmagadora da segunda hipótese. Como dizia uma conhecida, à qual perdi o norte, são poucos os bons praticantes de sexo; narradores, então, contam-se pelos dedos.

Mas Auster, que se aproxima dos 64 anos com grande vigor literário e que ganhou fama a explorar a música do acaso, nome com que baptizou um dos seus livros, para mim, parece ter ultrapassado esse misto de pudor, medo do ridículo e respeitinho à família – não se riam, há homens de barba rija que evitam escrever obscenidades com medo de que os pais e os filhos as leiam. Eu percebo-os. Não é toda a gente que se atira ao vernáculo com a coragem de um Bocage. Mulheres, então, nossa senhora! Maria Teresa Horta disse, uma vez, em entrevista, que atribuía ao erotismo da sua prosa muitos dos anticorpos que foi ganhando ao longo da vida.

 

Para lerem o artigo completo de Dulce Garcia, publicado na GQ, basta clicar na imagem.


publicado por Miguel Seara às 17:04
link da entrada | comentar | favorito

pesquisar

 




































































































arquivos

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Maio 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Marcadores

todas as tags

links

Leitores

blogs SAPO

subscrever feeds